• Facebook: ifsantacatarina
  • Twitter: ifsc

guia de cursos

Home
Inicio
IFSC lança Política de Comunicação

Depois de oito meses de construção, o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) lançou, nesta sexta-feira (13), sua Política de Comunicação em solenidade realizada no auditório da Reitoria, em Florianópolis, e transmitida para todos os câmpus pela TV IFSC. O documento reúne um conjunto de princípios, diretrizes e estratégias para orientar – de maneira uniforme, profissional e sistemática – o relacionamento do Instituto com seus diversos públicos estratégicos. Cerca de 80 pessoas, entre servidores e representantes de alunos e instituições parceiras, acompanharam o evento presencialmente.

A Política de Comunicação do IFSC é formada por 15 capítulos que tratam de temas como comunicação organizacional e no ambiente educacional, públicos estratégicos, canais de relacionamento, relacionamento com a imprensa, mídias sociais, eventos, divulgação científica, campanhas de ingresso, gestão de crises, fontes, comunicação interna, gestão da comunicação e planos de comunicação. Além dos princípios e diretrizes expostos na Política, ela prevê uma série de manuais e outros documentos para orientar rotinas e práticas em comunicação.

Na solenidade de lançamento, a reitora do IFSC, Maria Clara Kaschny Schneider, destacou o trabalho inédito feito pelo instituto em assumir a comunicação como estratégica. “Nossa instituição está saindo na vanguarda e ficamos muito orgulhosos por sabermos que essa política fará diferença no relacionamento que temos e que queremos melhorar com nossos públicos”, afirmou.

Para construir o documento, o IFSC contou com o apoio do consultor Wilson da Costa Bueno, doutor em Comunicação Social e com experiência na área. O professor participou do evento de lançamento e também destacou o pioneirismo do Instituto com esse projeto. “Foi o processo mais democrático do qual participei e tenho a certeza de que a Política de Comunicação do IFSC será emblemática não apenas para os Institutos Federais, mas para todas as outras organizações públicas do País”, enfatizou.

Próximos passos

A diretora de comunicação do IFSC e presidente da Comissão da Política de Comunicação, Waléria Külkamp Haeming, ressaltou a importância deste momento para o Instituto. “Carecíamos dessa reflexão sobre o papel da comunicação para elevar o IFSC ao patamar que lhe é de direito”, disse.

Waléria destacou também que agora começa outra etapa fundamental do processo que é a implementação do documento. “Para além das diretrizes estabelecidas no documento, precisamos que os servidores compreendam e apreendam o que a Política orienta”, explicou. Para isso, a equipe da Diretoria de Comunicação irá visitar, até o final de 2014, todos os 21 câmpus do IFSC em encontros que servirão para detalhar o documento, além de auxiliar cada câmpus na construção de seus planos de comunicação.

A diretora lembrou ainda que o documento será sistemática e permanentemente avaliado de modo a incorporar mudanças que possam surgir com o tempo. Para organizar esse processo, a próprio Política prevê a constituição de uma Comissão de Gestão que irá receber as considerações e analisá-las para uma próxima edição do documento. As sugestões já podem ser enviadas para o email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Palestra da Embrapa

Para mostrar os benefícios que uma Política de Comunicação traz para uma organização, a jornalista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Kátia Pichelli, foi convidada para ministrar uma palestra no evento. A Embrapa foi uma das primeiras empresas do Brasil a elaborar uma Política em Comunicação em 1996. Entre os resultados obtidos após a implementação, estão uma nova visão organizacional para a comunicação, cultura interna mais favorável, maior unicidade do discurso, maior presença na mídia, melhoria no relacionamento com os públicos e fortalecimento da imagem e da marca Embrapa.

“Com a Política, fomos criando ferramentas estratégicas que nos permitiram alavancar a nossa instituição por meio da comunicação”, destacou Kátia. A jornalista comprovou isso mostrando indicadores que demonstraram o crescimento que a Embrapa teve em relação à participação em eventos, palestras ministradas e citações na imprensa.

Kátia destacou ainda os motivos que levaram ao sucesso da implementação da Política de Comunicação da Embrapa, como o engajamento dos dirigentes, a participação de todos os profissionais da empresa e o investimento em recursos humanos e financeiros. “O documento em si, não fez acontecer. Ele foi o ponto de partida. A Política é documento norteador de todas as ações voltadas para o relacionamento com os públicos. Mas é preciso colocar em prática”, afirmou.

Saiba mais

A Política de Comunicação do IFSC está disponível no ambiente virtual criado para divulgar a construção do documento. No site, é possível obter informações de todo o processo. Assista também à reportagem da TV IFSC sobre a construção da Política.

 
IFSC Caçador participa de evento de Extensão em Lages

   Três professores e uma ex-aluna do Instituto Federal de Caçador participaram, de 28 a 30 de agosto, do Seminário de Extensão, Pesquisa e Inovação (SEPEI 2013) do IFSC, maior evento já realizado para o público interno da instituição, com 211 trabalhos apresentados e 500 participantes. O seminário aconteceu na cidade de Lages e, segundo divulgação do Instituto, teve como objetivo divulgar as experiências práticas e os resultados, bem como as relevantes tendências na área da inovação tecnológica, desenvolvidos nos projetos de pesquisa e extensão pela comunidade acadêmica do IFSC.

 
   O professor Ramon Salvan apresentou um trabalho sobre produção de embalagens plásticas. Já a professora Daniele Silveira contou com a ajuda de sua ex-aluna bolsista, Eliziane Grassman, que se formou no primeiro semestre de 2013, para apresentar a conclusão do projeto de extensão realizado por elas. “Ministramos um minicurso de artesanato em tecido no ano passado que foi um sucesso”, conta Daniele.


   A professora Daiane Toledo ministrou uma oficina de customização de roupas para alunos de 5ª a 8ª séries de uma escola do município, além de participar de uma reunião do Centro de Memória, Documentação e Cultura do IFSC, quando teve a oportunidade de assistir a uma palestra com uma museóloga da Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM).


   Para a responsável pela área de Comunicação do Câmpus Caçador, professora Ana Carolina Rodriguez, a participação de servidores e alunos em um evento desse tipo é essencial para expor os trabalhos de sucesso realizados e trocar ideias com outros câmpus, que podem gerar futuros projetos e ações de extensão.

 

foto daiane lages

 
IFSC inicia curso de Costura em Matos Costa

 

   Teve início, na última segunda-feira, 2 de setembro, o curso de Costura ministrado pelo Instituto Federal de Santa Catarina, Câmpus Caçador, na cidade de Matos Costa. Oferecido pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o curso terá duração de 200 horas, com aulas três vezes por semana.

 
   Segundo o coordenador do Pronatec no IFSC Caçador, Rodrigo Acácio Paggi, as aulas foram pactuadas com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade, e a novidade é que a professora será a aluna do curso técnico em Vestuário do IFSC, Elvira Cardoso dos Santos. “Elvira já trabalha como costureira há tempos e está se formando no curso técnico no final deste ano. Ela se inscreveu no edital e foi classificada em primeiro lugar”, conta ele.

 
  “Ficamos muito felizes quando vemos nossos alunos se sobressaindo no mercado de trabalho. É uma sensação de dever cumprido”, diz Luciane Vieira Westphal, coordenadora do curso Técnico em Vestuário do IFSC Caçador. “Elvira sempre se destacou nas aulas e tenho certeza de que será uma ótima professora”, conclui ela.

 

 
Colegiado aprova dois novos cursos.

 No último dia 28 de agosto, quarta-feira, o Colegiado do Instituto Federal de Caçador se reuniu para tomar importantes decisões sobre o câmpus. Durante a reunião, foi aprovada a oferta de dois novos cursos técnicos para o primeiro semestre de 2014: técnico em Administração e técnico em Informática.

 

 “O curso de Administração, com 800 horas de carga horária, terá duração de dois semestres, então em um ano o aluno já estará formado”, diz o Chefe de Ensino, Pesquisa e Extensão do câmpus, Luiz Alberto Vicari. Luiz ainda explica que o curso de Informática, com três semestres, será voltado à programação de computadores, não somente à operação, como a maioria dos cursos. “Será um diferencial na cidade”, afirmou Renato Voguel, Gerente de Educação da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Caçador e membro do segmento externo do Colegiado.

 

 Além de Luiz Vicari e Renato Voguel, estiveram presentes na reunião o diretor do câmpus e presidente do Colegiado, Albertinho Della Giustina, membros dos segmentos docente e discente, além dos seguintes membros do segmento externo: Ibrahim Socreppa e Vilmar Zolner, do Conselho de Trabalho e Renda de Caçador e Adelmir Meireles da Silva, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário – Siticom.

 
<< Início < Anterior 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 Próximo > Fim >>

Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.